Dicas rápidas: como calcular iluminação LED para casa ou escritório

Dicas rápidas: como calcular iluminação LED para casa ou escritório

Provavelmente você já sabe que a iluminação precisa ser pensada de forma diferente em cada ambiente. Por isso, queremos facilitar os “cálculos”, trazendo algumas dicas simples e rápidas para saber a quantidade ideal de lâmpadas, luminárias ou outras categorias que podem ser usadas em seu projeto. Então, já anota os próximos passos pra ajudar você no dia a dia:

1) Meça o tamanho do seu ambiente e como ele será usado.

É importante você entender como esse local será utilizado e, claro, o seu tamanho exato. Parece um pouco sem sentido dizer isso, já que você sabe muito bem para o que uma cozinha ou um quarto servem, né?!

Porém, o ideal é entender exatamente quem estará nesse ambiente, as preferências dessas pessoas e por quanto tempo aquele espaço será usado, durante o dia ou à noite.

No caso de um escritório, provavelmente ele será utilizado por mais tempo durante o dia, já para projetos voltados a quartos ou salas, é mais provável que o período seja o inverso.

Entender esse comportamento faz com que você consiga escolher as melhores opções de iluminação, baseando-se na potência do produto ou na sua cor, por exemplo.

Além disso, é muito importante conhecer as medidas do local, assim você poderá projetar as posições e aberturas dessa iluminação, características que fazem toda a diferença em um projeto luminotécnico bem pensado.

2) Utilize referências.

Existem estudos e materiais que podem ajudar a entender exatamente a quantidade de luz que você deve utilizar, baseado em algumas medidas padrões. Veja a tabela abaixo, por exemplo:

AmbienteLúmens por m²
Sala – luz geral100-200
Sala – luz local300-750
Cozinha – luz geral100-200
Cozinha – luz local200-500
Quarto – luz geral100-200
Quarto – luz local200-500
Banheiro – luz geral100-200
Banheiro – luz local200-500
Hall, escada, dispensa, garagem75-150
Escritórios300-500
Tabela de referência

Claro que o ideal é sempre personalizar cada ambiente e cada projeto. Esses materiais poderão dar um suporte pra você ter uma noção rápida e utilizar no dia a dia. Além disso, é preciso entender as medidas e alturas do ambiente, para que você consiga projetar a iluminação de forma correta!

Procure buscar referências de projetos que já estejam prontos e deram muito certo, não existe nada melhor do que se inspirar em bons trabalhos e ter novas ideias. Você pode procurar em sites como Pinterest ou em nosso Instagram @saveenergylife.

3) Busque informações nos produtos.

Agora que você já conhece mais a fundo o seu ambiente e as medidas exatas para o seu projeto luminotécnico, é hora de escolher os produtos certos!

Nesse momento é importante entender as informações técnicas, como potência e temperatura de cor, além do modelo ideal, é claro! Você pode encontrar essas informações nas embalagens ou até mesmo em sites, como o da SAVE!

Lembre-se de que essas são as primeiras e rápidas dicas para entender como calcular a iluminação para casas ou escritórios, existem outros fatores que podem interferir na criação do seu projeto, como o seu orçamento e a fase em que ele está!

Você pode conferir outros conteúdos em nosso Blog ou acompanhando a SAVEENERGY pelas redes sociais!

Gostou? Não esquece de compartilhar com seus amigos ou outras pessoas que estejam buscando entender o universo da iluminação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *